Pular para o conteúdo
Início » Artigos » Proventos: o que é, como funciona, como receber e exemplos! 

Proventos: o que é, como funciona, como receber e exemplos! 

Compartilhe:

Proventos são uma importante fonte de rendimento passivo para investidores em ações e outros ativos financeiros. Eles se referem a distribuições de lucro que uma empresa faz para seus acionistas, podendo estar na forma de dividendos, juros sobre capital próprio, bonificações, entre outros. Entender como funcionam os proventos é essencial para qualquer investidor que pretenda maximizar seus ganhos no longo prazo por meio do mercado de capitais.

Receber proventos não apenas gera renda adicional, mas também pode servir como um indicativo da saúde financeira de uma empresa. Além disso, empresas que consistentemente pagam bons proventos geralmente são vistas como mais estáveis e confiáveis. Então, se você está começando no mundo dos investimentos ou já tem alguma experiência, este artigo irá ajudá-lo a compreender melhor o que são os proventos, como funcionam, como receber e ainda dar alguns exemplos práticos.

O Que São Proventos?

Os proventos são partes dos lucros de uma empresa distribuídos aos seus acionistas. Esta prática é feita como forma de remunerar aqueles que investiram na companhia, permitindo que compartilhem dos lucros obtidos. Existem diferentes tipos de proventos:

Dividendos: Uma das formas mais comuns de proventos, dividendos são uma porção dos lucros distribuída aos acionistas. Eles podem ser pagos em dinheiro ou em ações adicionais.

Juros Sobre Capital Próprio (JSCP): Assim como os dividendos, os JSCP são uma forma de distribuir lucros para os acionistas. A principal diferença é que esta modalidade tem vantagens fiscais tanto para a empresa quanto para os acionistas.

Bonificações: São distribuições de novas ações para os acionistas, feitas a partir da incorporação de reservas da empresa ao capital social.

Direitos de Subscrição: Permitem que os acionistas comprem novas ações da empresa antes que elas sejam oferecidas ao público geral, geralmente a um preço abaixo do valor de mercado.

Como Funcionam os Proventos

Os proventos são geralmente decididos pelo conselho de administração da empresa e precisam ser aprovados em assembleia geral de acionistas. Uma vez aprovados, são distribuídos de acordo com a quantidade de ações que cada acionista possui. Normalmente, a distribuição é proporcional. Portanto, se um acionista possui mais ações, ele receberá uma quantidade maior de proventos.

O pagamento de proventos segue um calendário específico que inclui datas importantes como:

Data de Declaração: Quando a empresa anuncia que irá pagar proventos e informa os detalhes.

Data Ex-Dividendo: Para ter direito aos proventos, o investidor precisa possuir as ações antes dessa data.

Data de Registro: Data em que a empresa verifica quem são os acionistas com direito aos proventos.

Data de Pagamento: Dia em que o pagamento é efetivamente realizado.

Como Receber Proventos

Para receber proventos, o investidor precisa seguir alguns passos simples:

  1. Investir em Ações: O primeiro passo é comprar ações de empresas que distribuem proventos. Essas empresas costumam ser grandes e bem estabelecidas no mercado.

  2. Acompanhar as Datas Importantes: Fique atento às datas de declaração, ex-dividendo, e pagamento. Lembrando que para ter direito aos proventos, é necessário ter as ações antes da data ex-dividendo.

  3. Escolher a Modalidade de Recebimento: Algumas empresas oferecem a opção de receber proventos em ações adicionais ao invés de dinheiro.

  4. Verificar o Crédito na Conta: Após a data de pagamento, os valores ou ações serão creditados diretamente na conta da corretora que você utiliza.

Para facilitar, montamos um pequeno passo a passo sobre como acompanhar o calendário de proventos:

Passo Detalhe Ação
1 Comprar ações de empresas que distribuem proventos.
2 Monitorar anúncios das empresas sobre os proventos.
3 Acompanhar as datas ex-dividendo e registro.
4 Verificar o recebimento na data de pagamento.

Exemplos Práticos

Vamos a alguns exemplos práticos para facilitar a compreensão:

Exemplo 1: Dividendos

Imagine que você possui 100 ações de uma empresa que anunciou um dividendo de R$2,00 por ação. Você receberá:

( 100 \textit{ ações} \times R\$2,00 = R\$200,00 )

Exemplo 2: Juros Sobre Capital Próprio

Vamos considerar que você possui 200 ações de uma empresa que anunciou JSCP de R$1,50 por ação. Contudo, lembre-se que sobre esta modalidade incide Imposto de Renda.

( 200 \textit{ ações} \times R\$1,50 = R\$300,00 )

Se aplicarmos a alíquota de 15% de IR:

( R\$300,00 – (R\$300,00 \times 15\%) = R\$300,00 – R\$45,00 = R\$255,00 )

Exemplo 3: Bonificação

Suponha que uma empresa anunciou uma bonificação de 10%. Se você possui 500 ações, você receberá 50 ações adicionais.

( 500 \textit{ ações} \times 10\% = 50 \textit{ ações} )

Conclusão

Os proventos são uma excelente maneira de garantir uma renda adicional por meio de seus investimentos. Além disso, eles refletem a saúde financeira das empresas que você escolheu para investir. É crucial entender os diferentes tipos de proventos, como eles funcionam, e como você pode recebê-los para tomar decisões de investimento mais informadas.

Dicas Finais

  1. Diversificação: Invista em diferentes empresas para minimizar riscos.
  2. Monitoramento Regular: Fique atento aos anúncios de proventos.
  3. Reinvestimento: Considere reinvestir seus proventos para aumentar seu capital.
  4. Consultoria Financeira: Procure orientação de profissionais para otimizar seus investimentos.

Utilize essas informações para melhorar sua estratégia de investimentos e aproveitar ao máximo as oportunidades de proventos disponíveis no mercado.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *